quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Moody's corta avaliação dos bancos portugueses


A agência internacional Moody's desceu hoje os 'ratings' dos bancos portugueses, entre eles BCP, BPI e Caixa, cuja notação estava em revisão negativa desde Abril.


A Moody's desceu a avaliação da 'bank financial strength ratings' (BFSR) de sete bancos portugueses, uma avaliação que só tem em conta os factores específicos das instituições e não o sector nacional. A BFSR mede a capacidade financeira de uma determinada instituição, da dívida de longo prazo e do ‘rating' de depósitos.
A avaliação da Caixa Geral de Depósitos desceu um nível, de C para C-, e continua em revisão negativa, alerta a Moody's, que explica que este corte reflecte os fracos níveis de rentabilidade e as pressões ao nível da capitalização, devido a um cenário mais negativo do que o previsto.
Também a avaliação do BCP desceu um nível, de C+ para D+, igualmente com 'outlook' negativo. Na origem da revisão em baixa para o banco liderado por Carlos Santos Ferreira a Moody's aponta, nomeadamente, a forte deterioração da qualidade dos activos do BCP e as expectativas da agência de que o banco vai ter mais perdas nas actividades da Polónia. Também a "performance relativamente fraca das operações de banca de retalho em Portugal" contribuiu para a descida.
Já a notação do BPI desceu um nível, passando de C para C-, o que reflecte "uma modesta performance nas operações domésticas, com uma quebra de 60% no lucro", o aumento da dependência das operações em Angola para os lucros e a deterioração da qualidade dos activos, entre outros factores, explica a Moody's citada pela Bloomberg.
Espírito Santo Finantial Group, Banif, Santander Totta e Montepio Geral também viram as suas avaliações cortadas pela Moody's. A deterioração do contexto, a quebra dos lucros, o fraco nível de capitalização e a deterioração da qualidade dos activos são os factores apontados pela agência para estas revisões.

1 comentário:

paletadesonhos disse...

o risco país , ou seja de Portugal , tem agravado , provocando o agravamento geral das avaliações dos bancos portugueses ... sad , very sad , e sem solução á vista
:(

AO LONGO DA FAMIGERADA "CAMPANHA ACCIONISTA BCP" EM 2000/2001, QUE O BANCO LEVOU A CABO COM AS ACÇÕES PRÓPRIAS, FOI PROVADO HAVER INDÍCIOS DE VÁRIOS CRIMES... NO EXERCÍCIO DE 2000, O MONTANTE TOTAL DE PRÉMIOS A DISTRIBUIR PELOS FUNCIONÁRIOS FOI DE 22.603.817,40€, EM QUE OS ACCIONISTAS NÃO TIVERAM DIREITO A DIVIDENDOS!!!
AS ENTIDADES SUPERVISORAS E ÓRGÃOS DE MEIOS DE COMUNICAÇÃO DIVULGARAM AO PÚBLICO, MAS O BCP, MESMO COM A ACTUAL ADMINISTRAÇÃO, CUJO PRESIDENTE É O DR. CARLOS SANTOS FERREIRA, CONTINUA A EXTORQUIR, "ROUBAR" E A SAQUEAR DINHEIROS DAS CONTAS DAS VÍTIMAS (CLIENTES) SILENCIADAS E INDEFESAS, DANDO SEGUIMENTO PARA O BANCO DE PORTUGAL COMO SENDO DÍVIDA DE INCUMPRIMENTO, SUJANDO O "BOM NOME" DO CLIENTE... ENQUANTO OS PRINCIPAIS RESPONSÁVEIS BANCÁRIOS CONTINUAM INTOCÁVEIS, SEM SER CHAMADOS À JUSTIÇA.

É A VERDADE DO QUE SE PASSOU E AINDA SE ESTÁ PASSAR NO MAIOR BANCO PRIVADO PORTUGUÊS! "MILHARES DE PESSOAS DESTRUÍDAS, EXTORQUIDAS E "ROUBADAS" DOS SEUS BENS PELO BCP (CAMPANHA ACCIONISTA MILLENNIUM BCP E OUTRAS SITUAÇÕES GRAVES)..."
- "TAMBÉM ALGUMAS NOTÍCIAS FINANCEIRAS ACTUALIZADAS"
_______________________________________________________________________________________________________

DURING THE INFAMOUS "CAMPAIGN SHAREHOLDERS BCP" In 2000/2001, the Bank has undertaken WITH OWN ACTIONS, HAS PROVEN Indications of HAVER SEVERAL CRIMES ... In 2000, THE TOTAL AMOUNT OF PREMIUMS FOR EMPLOYEES WAS A DISTRIBUTE OF € 22,603,817.40, in which shareholders were not entitled to dividends!!!
AND BODIES supervisors of media available to the public, but the BCP, EVEN WITH THE CURRENT ADMINISTRATION, WHICH IS THE PRESIDENT DR. CARLOS SANTOS FERREIRA, continues to extort, "theft" Drawing MONEY AND VICTIMS OF THE ACCOUNTS (CLIENTS) Silent and Helpless, following FOR BANK OF PORTUGAL AS BEING DEBT OF FAILURE (CRC) of the client. While the primary banking responsibility untouchables CONTINUE WITHOUT BEING CALLED TO JUSTICE.

IS THE TRUTH of what happened and if IS MOVING IN A MORE PRIVATE BANK PORTUGUESE! "Thousands of people destroyed and EXTORQUIADAS THEIR PROPERTY BY BCP (BCP MILLENNIUM CAMPAIGN SHAREHOLDERS AND OTHER serious )..."
- "UPDATES FINANCIAL ALSO NEWS OF THE WORLD"